728x90 AdSpace

Notícias
20 de março de 2015

Conduzir com fibromialgia ou fadiga crónica


Alguma vez pensou se será ou não seguro conduzir com fibromialgia ou fadiga crónica?
Muitos de nós conduzem. 
Outros vêm-se obrigados a parar por causa dos sintomas.

Quais são as dúvidas?

  • Consigo concentrar-me o suficiente para conduzir, apesar da dor ou outros sintomas?
  • Será que posso adormecer enquanto conduzo? Ou ficar demasiado cansada e, por consequência, distraída?
  • Que outros sintomas podem influenciar a minha condução, até que ponto são graves e posso ou não controlá-los?

Para além da dor e da fadiga temos muitos sintomas que podem contribuir para sentir preocupação quando conduzimos. Principalmente a disfunção cognitiva ou nevoeiro cerebral ou brain fog. Ainda existe o facto de haver pessoas que têm medo de ter um ataque de pânico ou uma falta de equilíbrio.


Disfunção cognitiva

Esta pode englobar vários sintomas que têm influência negativa sobre as nossas funções cerebrais. Estes sintomas poderão ser:
  • desorientação espacial
  • falta de memória de curto termo
  • dificuldade de gerir tarefas múltiplas
  • confusão
  • dificuldade de concentração

É comum ouvir alguém com estas doenças dizer que, indo a um lugar onde já estiveram mil vezes, de repente esquecem-se de onde estão, para onde vão e porquê. Ou então esquecem-se de um trajecto familiar, perdem-se e não têm capacidade para se orientarem.

Já ouvi de outros e já experienciei uma súbita "branca" sobre pequenas coisas ou sobre como conduzir pela via correcta ou como orientar-me numa área mais difícil.
Isto já é muito complicado quando acontecem, por exemplo, dentro de uma loja. Agora, quando acontece a conduzir, pode ser   a t e r r o r i z a d o r.  Já me aconteceu ter de parar e esperar que o episódio passasse. Felizmente costumam ser curtos e não muito frequentes, mas nem toda a gente tem essa sorte.

Estes episódios podem ser mais comuns se estiver mais distraído, por causa da dificuldade em fazer várias tarefas ao mesmo tempo. Os passageiros, o telefone ou alguma coisa na rádio podem, facilmente, desconcentrar sem aviso e deixá-lo aflito para se concentrar novamente.


Ataques de pânico

Para os que são mais propensos a ataques de pânico, um mau episódio de brain fog enquanto conduz pode muito bem desencadear um ataque. 
Outros factores podem levar também a uma grande ansiedade tais como: estar atrasado, apanhar muito trânsito ou ter o bebé a chorar no banco traseiro. As pessoas que já tiveram um ataque de pânico enquanto conduziam ficaram com medo de que voltasse a acontecer. Isso, só por si já agrava a ansiedade à partida.

Se estiver trémulo, tonto, a sentir-se descontrolado ou com dificuldade em respirar, não está com capacidade para conduzir em segurança.


Problemas de equilíbrio

Tonturas e desequilíbrio são problemas comuns para os fibromiálgicos. Tal como os problemas cognitivos e os ataques de pânico também este sintoma pode limitar seriamente a capacidade para conduzir. Se tem tendência para desmaiar é ainda mais importante considerar se conduzir é uma actividade que possa continuar a fazer.



Consegue gerir os seus sintomas?

Se estes sintomas são problemas para si não deixe de falar nisto ao seu médico sem se esquecer de referir o impacto que têm na sua vida. Pode ser que ele o possa ajudar mediante algum tipo de tratamento, aliviando ou mesmo eliminando algum destes problemas, de forma a que possa conduzir com segurança.

Se não conseguir resolver este(s) problemas tem que equacionar, seriamente, se está ou não capaz de conduzir.
Sim, não é uma decisão fácil e pode significar perda de liberdade e independência. Talvez seja melhor incluir a opinião de outros; pode dar-se o caso de já terem observado alguma coisa de que você não se tenha apercebido.
No fundo, a decisão é apenas sua porque só o próprio sabe a natureza e a gravidade dos seus sintomas e também quais são as opções de transporte se decidir deixar de conduzir. Verifique todas as opções principalmente no que diz respeito a transportes públicos e, se for o caso, serviços especiais para incapacitados.

 17 Março 2015

Original em inglês @ About Health
Por


  • Comentar no Blog
  • Comentários no Facebook

0 comentários:

Enviar um comentário

Item Reviewed: Conduzir com fibromialgia ou fadiga crónica Rating: 5 Reviewed By: Fibromialgia em PT